/*Titulo do Blog*/

Sexo sem fronteiras, mesmo que esteja sobre rodas.



Adequação versos realidade de uma vida sentimental após o acidente. É engraçado como a nova realidade após você ter ficado numa cadeira de rodas não tira a carência, a falta de atenção, carinho, afeto e a vontade de fazer sexo, mesmo que você só tenha movimentos do pescoço pra cima após o acidente, chega um momento na sua vida que você começa a sentir falta de tudo isso, aí o que fazer quando essas necessidades começam a sair pelos poros da gente? E se o lance da impotência estiver lá? Adequação será a melhor coisa a fazer? Procurar alternativas? O que poderia suprir a falta ou a presença do pênis? O que poderia substituir ou compensar essa falta? Quando falo de adequação, falo de conhecer as suas limitações e perceber que nelas há espaço pra muita coisa que você sente vontade de fazer, existem coisas que são impossíveis de se fazer, dependendo do caso, esses são os casos extremos, porem há outras que podemos fazer como é o caso de se apaixonar novamente, esse é um caso possível porque a capacidade não vem da parte física, mas do coração, e não depende dos movimentos ou, de um membro que perdemos, nós já chegamos à conclusão que podemos nos apaixonar de novo, isso é só uma questão de tempo pra isso acontecer, mas e quando isso acontece e somos correspondidos, acreditar que pode dar certo parece distante quando lembramos que outra coisa parou de funcionar ou perdemos além dos movimentos? Que é a ereção. É aqui que o bicho pega! E é aqui que rola certo preconceito em relação aos cadeirantes, as pessoas pensam que todo cadeirante não têm ereção, e por isso muitas mulheres não se envolvem, porque acha que o cara não vai dar conta do recado, e não é por aí, existem casos e casos, mas eu não quero aqui falar dos que têm ereção, porque muitos têm, mas dos que não têm, ou o melhor, dos que têm problemas de ereção, isto é, têm ereção, mas não consegue manter até o final do coito, esses têm impotência, me digam uma coisa, um cara que não têm ereção ou têm certa impotência, não pode fazer sexo? Não se pensarmos que só existe uma forma pra se fazer sexo, o sexo é algo que seu caminho é infinito, existem formas e meios diferentes de se fazer sexo e ele está relacionado ao prazer, ele gira em torno desse objetivo, sentir prazer, senão o que dizer de uma relação entre duas mulheres, não há a presença de um membro masculino pra elas sentirem prazer e chegar a um orgasmo, essa relação prova que a mulher não precisa de penetração pra sentir prazer, então por que ainda insistimos em sustentar o tabu que sem o pênis não a relação sexual? Não que dizer aqui que as pessoas devem aderir ao sexo sem penetração, não é isso, até porque essa relação é de fundamental importância para a procriação e perpetuação da raça humana, eu estou dizendo que num eventual relacionamento com um paraplégico e rolar de sentirem vontade de fazer sexo, isso é possível, é só usar a imaginação, como uma pessoa que fez um comentário que achei engraçado, mas muito importante pra o que estou querendo dizer, ela transou com o marido que estava bêbado e usou uns artigos que ela chama de segredos e, que não precisou usar o pênis dele, somente a boca para sentir o calor dele, é só se permitir e encontrar meios pelos quais você poderá sentir prazer e isso só você sabe, né? Eu acredito que pode existir relação sexual entre uma mulher e um cara que sofreu um acidente e ficou impotente ou, o contrario, um homem e uma mulher que sofreu um acidente e perdeu a sensibilidade de seu órgão genital, uma mulher tetraplégica com quem teclei uma vez pela internet algum tempo atrás me confidenciou que não sentia seu órgão genital, mas que se excitava quando o seu parceiro explorava seus seios e sua boca, ela procurava explorar ao maximo isso e com a boca dava prazer ao seu parceiro, eu disse uma vez em algum lugar que a realidade é adaptável e o ser humano é ajustável, sexo gira em torno da relação, entre dar e receber prazer, no que você sente ou não prazer, no quanto você pode dar e no quanto você receber prazer, se as pessoas dentro desse contexto se ajustar a essas relações e rolar uma cumplicidade entre elas, terão uma outra perspectiva em relação ao que é o sexo e verão as barreiras que antes existiam deixando de existir, depois que uma mulher teve um orgasmo no meu abdômen, eu passei a considerar mais ainda o fato de uma mulher poder encontrar outras formas de ter um orgasmo e, que você pode ajudá-la nisso, é como uma pessoa me disse uma vez, que se eu sobre usasse bem a boca e as minhas mãos, não teria que me preocupar com o meu pênis, era só virar o James bond que só com um sorriso e um dedinho faria sucesso com as mulheres, e gente tudo isso aqui não são verdades absolutas, tudo isso pode ser repensado e criticado, e se você têm um outro ponto de vista ficarei feliz em ler, e como indicação deixo o livro, A Revolução Sexual Sobre Rodas. Obrigado e boa leitura.

12 comentários:

Fatima disse...
16 de janeiro de 2009 08:57

bom eu adorei a história sobre sexo,realmente é verdade,a mulher não precisa de penetração para sentir prazer,eu já gozei na perna do meu namorado,e aquilo me satisfez
depois ele usou o [vibrador]em mim eu gozei de novo,depois eu usei um desodorante [rollon][da axila]com camisinha e gostei,conclusão não usei o pênis em nenhum momento somente a boca para sentir seu calor
e foi ótimo,transar com um paraplégico,é assim maravilhoso,,,sexo sem fronteiras esse devia ser o nome do texto ,,,dedico esse comentário inteiramente á você meu amigo wagner bjs;;;;;;;;;

malu disse...
16 de janeiro de 2009 11:58

Falar sobre sexo sempre é complicado
e falar sobre a sexualidade da pessoal def.. é mais ainda
Pq todos existe relmente uma mascara sobre tudo isso
Nas novelas , filmes na tv em geral
quando se faal de def
ja mostra um pobre coitado sem, sensibilidade sem nada kkkkkk
coisa que não é real
posso afirmar por experiencia e por conhecimento de causa
que podem haver sexo e orgasmo sim..... srsr
pra mim falar disso é engraçado
eu sempre falo que : BOM SERIA SE OS HOMENS DESCOBRISSEM QUE TEM MÃOS E LINGUA ANTES DE DESCOBRIR O PENIS ....
pq ele iriam fazer a mulher bem mais feliz
vou relatar um fato que ocorreu comigo ....
eu tinah 16 anos e gostava de um rapaz paraplegico ...e estamos ficando
e tivemos a oportunidade de ficarmos sozinhos e beijo vai beijo vem , a coisa esquentou
mais eu era virgem e nunca imaginei ter que transar com ele
naquela noite não rolou
pq eu não tinha expreiencia e ele notou que teria que ser conversado
pelo fato dele usar coletor e eu e outras coisa mais
hoje sou mulher
e sei o que faço
tive outras experiencia parecida e foi maraaaaaaaaaa
hoje estou preparada pra qualquer coisa
e realmente não acho que o penis é tudo
wagner
acho que assim ta bom né
beijos
parabéns pelo texto

JARRINHA disse...
29 de janeiro de 2009 13:37

Que bom seria se os homens entendesem o universo femenino.Se fosse feito uma pesquisa com elas acho que 90% teriam a mesma resposta:o importante numa relação sexual,nao é chegar no finalmente,mas sim todo o processo,todas as caricias, beijos,e nesse meio tempo, pode sim haver um orgasmo sem ter uma penetração.e ca entre nós, muitas vezes é mais gostoso do que uma penetração.por isso homens impotentes nao se sintam menos homens por nao ter apenas um orgão sem funcionar,ha varias formas de satisfazer uma mulher!

estela marcondes disse...
2 de março de 2009 06:34

concordo plenamente! sem contar, que a experiencia proporciona amadurecimento....o que deixa o cara mais interessante ainda =)

Adequação vs Realidade disse...
3 de março de 2009 20:55

Estela, obrigado por comentar,viu? estou postando algo sobre a esperiência, depois passa aqui pra ler tá, e se quiser pode ser uma seguidora, tá? bjs pra vc.

Adequação vs Realidade disse...
3 de março de 2009 20:57

E fatima, malu e jarrinha meu obrigado também, não esquelo de vcs, núnca, bjs pra vcs també! rs...

Maria de Fátima disse...
25 de fevereiro de 2010 14:22

Amei a matéria. Muito boa mesmo. De fato, não é preciso um pênis pra mulher sentir prazer. Pena que muitos homem esquecem disso. Parabéns pela matéria!

Anônimo disse...
21 de fevereiro de 2011 20:14

adoreeeeei a matéria , meu namorado é paraplégico e um homem em perfeita condição talvez nñ me faria tão feliz como elee me faz ;)

Anônimo disse...
21 de maio de 2011 05:55

LUIZA

BOM EU CONCORDO COM TUDO QUE ELE DISSE EU TENHO UM NAMORADO PARAPLEGICO E ME SINTO MUITO BEM COM ELE... ELE ME FAZ FELIZ E ME DA MUITO CARINHO , SOFREMOS MUITO PRECONCEITO MAS AMO MUITO ELE E NAO ME INPORTO COM QUE FALAM!!!!

Wal Torres disse...
30 de agosto de 2011 16:55

Conhecí uma pessoa que é paraplégica e estou amando a experiência, sou sincera em dizer que sexualmete nunca me sentí tão satisfeita como atualmente.É realmente maravilhoso, prazer não está mesmo ligado à penetração, há muitas outras formas de satisfazer uma mulher.

Day disse...
9 de julho de 2012 07:49

Concordo, se o cara saber brincar bem com seus dedinhos e a boca dele for quentinha e gostosa... hummm... não tem como não chegar a um orgasmo gostoso. Vivi esse momento maravilhoso e não quero muito mais...rs

Day.

Anônimo disse...
1 de dezembro de 2013 00:49

sensacional o sexo sem penetração so não existe pra quem morre,abraços